Tenho pensado sobre o convívio na Internet. Coisas que acho que todos, em algum momento, já pensaram.
Tantas pessoas se encontram em um mesmo espaço, mas eu tenho percebido que muitas delas não têm conseguido desfrutá-lo de forma decente.
Intrigas, mentiras, invejas, fofocas, ódios, mesquinharias, falsidades, traições e pouca amizade.
É, pouca, muito pouca.
Não que tenhamos que ser amigos de todos, afinal existe a tal da afinidade.
Mas as pessoas deveriam ao menos se relacionar com dignidade.
Por mais que afirmem que aqui estamos num cantinho maravilhoso do mundo,
não é bem isso que eu tenho visto.

Podem me chamar de advogada do diabo, aceito. Como queiram.
Alguma vez na vida todos já fizeram esse papel.
Acontece que o mundo virtual vem me provando que ele não é composto apenas de lindas mensagens, gifs saltando na tela, elogios, músicas maravilhosas e textos magníficos.
Como tudo nessa vida ele tem o seu lado obscuro, negro, nojento, podre e o que me impressiona é que parece que esse lado vem crescendo e sobressaindo dia-a-dia.
Não se consegue mais ter a certeza de quem é confiável, sincero, de caráter, falso, perigoso ou invejoso.
Ah os invejosos....!
Para eles eu acho que poderia dedicar uns dez parágrafos desse texto.

A inveja é um sentimento que pode tomar proporções devastadoras e transformar um ser humano em monstro. Pobres invejosos, gente pequena, que não consegue crescer, que tem dificuldade de se destacar por alguma qualidade que tenha, porque na verdade não tem nenhuma.
Gente que vive no limbo da vida, se arrastando como cobra a espera do momento certo para dar o bote.
Que tristes e frustradas devem ser essas pessoas.
Nem sei se são dignas do desprezo ou da atenção, do desamor ou do carinho.
Uma coisa no entanto é certa: são dignas de pena.

Mas a minha maior dúvida é como eles educam seus filhos, que herança pretendem deixar para eles?
Acho que só podem existir duas opções. O mesmo caminho vergonhoso que trilharam ou o peso da vergonha de serem filhos de quem foram.
"Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza."

Essa frase faz parte de um dos textos de Martha Medeiros, um dos mais belos que circula na Internet.
Mas eu iria além do que Martha escreveu. Eu diria que existe uma coisa que não se compra, não se pega emprestado e não se adquire no decorrer da vida. Chama-se berço. E quando falo de berço não me refiro à fortuna, muito menos a sobrenome pomposo. Berço está muito além de tudo isso. Vem dos pais que tivemos e da educação que recebemos. Assim sendo, quando a vida não nos é generosa nesse aspecto,
é impossível retornar nesse caminho para consertar o ser humano o qual nos tornamos.
Quando falo em berço, me recordo sempre de uma empregada que tive. Pobre, humilde, sem estudos,
morava num barraco em uma favela  mas foi uma das pessoas que conheci que teve o mais lindo berço que alguém pode ter.

Uma coisa também tenho certeza:  não  existem personagens na Internet como se costuma dizer.
Todos são aqui no mundo virtual o que são no real. Aqueles que aqui nos bajulam e depois nos apunhalam pelas costas, claro que se comportam igualmente nas suas vidas reais.
E os que têm caráter e dignidade no seu dia-a-dia, é obvio que quando se sentam em frente ao computador
não mudam de personalidade como num passe de mágica.
Talvez seja a hora dos seres humanos em geral, internautas ou não, avaliarem o que anda norteando suas vidas.

Muitos deles correm o risco de, se não tomarem rapidamente essa providência, perceberem, de repente,
que atolaram numa areia movediça que os sugará para sempre da sociedade e do convívio com pessoas decentes e honradas.
Aí não será mais o limbo o local onde eles viverão, será no inferno, no seu próprio inferno.
"Texto dedicado aos meus pais que souberam me dar um berço."
(autor desconhecido)

Uma mensagem para reflexão! Desconheço a autoria, mas desde já parabenizo, por colocar tão bem em palavras tudo, o que eu gostaria de escrever.

Crys

Escrito por Crystal às 22:37:31


[]








BRASIL , Norte , BELEM , Mulher





Flores Plantadas

01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/09/2006 a 30/09/2006
01/11/2005 a 30/11/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004

Dê uma nota para meu blog

Indique o Jardim de Letras



Outros Jardins

UOL - O melhor conteúdo
ARS POIESIS
Blog dos Mascarados
Adelaide
Adônis
Bene Chaves
Beth
BIA
Bosco Sobreira
Butter Alê
Ceci
Cherry2
Cherry
Clarice
Clau
Claudia Pit
DÁCIO
Dira
Dora Vilela
Elis
Erika
Gabriel
India
Jota
Kli
Leandro
LELA
Lino
Loba
Luara
Luma
Mário
Manoela
Marta
Miguel
Mônika
Nelson
Oscar Luiz
Paulo
Paula
Sanka
Smareis
Shumy
Sol da Manhã

Tânia
Taís Morais
Weder Soares
Zeca
Zeca2
Paulo R Diesel
Priii
Elcio


Arte by djaegger

Template by Lela